Arquivo para março 2009

Carta ao Exmo. Sr. Nosso Presidente – Vacinação de crianças   Leave a comment

Tela de envio com sucesso do site www.brasil.gov.br

Tela de envio com sucesso do site http://www.brasil.gov.br

É com muito respeito e apreço que me dirijo à sua pessoa para suplicar sua ajuda em prol de um assunto muito, mas muito sério para a maioria das famílias do nosso querido país.

Tenho 3 filhos, o David de 13 anos, o Erick de 3 anos e 9 meses e o Mateus de 1 ano e 9 meses. Os dois menores ficaram doentes nesse último mês e quando fomos ao Pronto Atendimento do Hospital Beneficência Portuguesa de São Caetano do Sul, a pediatra, Dra. Cibele que nos atendeu, indagou sobre 4 tipos de vacinas que não constavam da vacinação regular que é dada gratuitamente nos postos de saúde. Para minha surpresa, essas vacinas só podem ser ministradas por instituições particulares que cobram por isso e cobram caro. O total dessas vacinas para os meus 3 filhos, sendo que o mais velho só precisa da Hepatite A, fica em R$ 1.401,00. Devido minhas condições financeiras atuais, não consegui vaciná-los. O governo não faz a vacinação gratuita dessa fase. As vacinas são: Meningocócica, Pneumocócica 7 valente, Varicela e Hepatite A. Os preços respectivamente: R$ 168,00/ R$ 260,00 / R$ 130,00 / R$ 95,00.

Minha sensação foi de ser refém, se ser chantageado, ou pago e vacino, senão, meus filhos podem contrair a qualquer momento uma dessas terríveis doenças. A pergunta que vem é: Onde está o direito da criança? Direito à saúde?

Tendo que vacinar meus dois menores com todas estas e o maior só com a de Hepatite A, o valor chega a R$ 1.401,00. Eu absolutamente, não tenho esse recurso no momento, a não ser que não coma ou não pague os compromissos básico como água, luz, telefone, condomínio… Hoje, a Eletropaulo corta a luz com mais de 20 dias de atraso, a empresa de celular, mesma coisa, a ordem é NÃO PAGOU, CORTA!! E assim é com tudo.

Imagine o Senhor, estar com seu filho à mercê de uma dessas 4 doenças perigosíssimas e a qualquer momento saber que eles estão infectados, daí o prejuízo e dor são maiores.

Sei da sua humanidade, da pessoa que eu acredito que é e sei também que o Senhor não concorda com isso. Sou um defensor do Senhor e do seu governo, votei no Senhor sempre que se candidatou e lamento que seu mandato tenha que parar, por isso, voto na pessoa que o Senhor tenha preparado e confie. Esse parágrafo não é uma “puxação de saco” para obter nada, é apenas MEU RESPEITO SINCERO E GRATIDÃO PELO ÚNICO GOVERNANTE QUE eu respeitei até hoje e que mudou esse país com feitos significantes que já entraram para a história do Brasil.

Na verdade, meu intuito com essa mensagem, que nem sei se chegará ao seu conhecimento, é para que o governo designe uma verba para que TODAS, TODAS as vacinas necessárias à criança até os 18 anos (sim, 18 anos, criança sim, é só olhar a saúde da periferia) seja TOTALMENTE DE GRAÇA E BEM SERVIDA PELOS ÓRGÃOS PÚBLICOS. É um precioso investimento na saúde que evitará muitas lágrimas e dores de pais e filhos em todo Brasil e mais, vai evitar que o governo gaste depois, tardiamente com resultados que nunca serão satisfatórios.

Para piorar este cenário, conversei com a pessoa responsável na empresa onde trabalho sobre convênio e eles não cobrem e muito menos reembolsam parte dos valores para as vacinas. Consegui um telefone de um órgão no Hospital das Clínicas que dizem que poderíam vacinar gratuitamente se fossem apresentadas recomendações médicas, um receituário simples de um pediatra.

Liguei para o tal número (11-3069-6392) e falei com um Sr. Feijó que me atendeu com muita educação e prontidão. Expliquei meu problema, ele pareceu entender perfeitamente, me orientou sobre horários e a recomendação médica que deveria apresentar me assegurando que “eles estavam lá para ajudar e que resolveriam o problema”.

Pois bem, minha esposa foi até lá com os três meninos e quando lá chegou, foi entrevistada por uma médica que para justificar que não iria vacinar as crianças alegou alguns bordões conhecidos e descabidos:
– “temos muito poucas vacinas”;
– “para receber uma determinada vacina, o paciente necessita ou ser portador da doença a ser evitada ou ter uma grande chance de contrair a doença pelo seu atual quadro médico” – “as normas da agência que cuida disso, o ministério da saúde, mantém na internet as normas e vocês podem ver lá. No portal do governo, entrando na área de saúde/vacinação, recebi a seguinte página:
http://www.brasil.gov.br/servicos/paracidadao/index_servicosProc/categoriaservico.2004-07-30.7718498280/154/

Conclusão: Só rindo… Quer dizer que eu tenho que ter a doença ou já estar nas últimas para receber a vacina. Onde fica a eficácia da função primordial da vacinação que é a medicina preventiva??? Lamentável, uma ofensa que fez minha família sentir como se estivesse lá pedindo uma esmola, parecendo estar em outro país pedindo um favor, uma caridade, como se não fosse direito do cidadão e obrigação do governo, cuidar dos seus cidadãos.

O pedido que faço ao Senhor é para acabar com essa dor que faz com que apenas as pessoas que tem dinheiro tenham seus filhos vacinados e os pobres e os “não tão pobres” que também são gente e tem direito à saúde e bem-estar. Geralmente, estes “não-tão-pobres” são esquecidos porque ficam entre a pobreza e a classe média e tem que se virar do jeito que dá. Muitos pais simplesmente não dão as vacinas e contam que Deus vá protegê-los. Por isso, peço seu empenho, a humanidade que despertou meu respeito por sua pessoa.

Desde já, agradeço muito respeitosamente. Obrigado!
Uiles Matos – São Paulo – Brasil.

Anúncios

7 Leis Espirituais para o Sucesso – Deepak Chopra   Leave a comment

Equilíbrio e hamonia das leis.

Equilíbrio e hamonia são indispensáveis para o sucesso.

O universo me colocou em contato com essas leis, estudei um pouco cada uma e vi correspondências com a Bíblia e também com as religiões, cada uma na sua forma de ver e sentir. Deepak Chopra tem um jeito prático e simples de ver tudo isso, a essência fica para o leitor ser tocado e absorver todos os benefícios destas leis que poderíam ser chamadas também de mandamentos, dicas, conselhos, etc. é uma maneira de fazer com que as leis cósmicas trabalhem a nosso favor, harmonizando, apaziguando e de maneira direta, fazendo ver nosso interior, percebendo e tendo insights para melhorar como pessoa e com isso, trazer para perto de si a prosperidade. No fim das contas a prosperidade acontece em todas as áreas de nossa vida.

Nesse meu breve, modesto e simplista estudo, encontrei na internet um resumo voltado para yoga, muito bem feito de autoria de Andreaha San, a quem dou crédito pelo texto/adaptação das leis e agradeço pelo bem que me fez. Para fácil compreensão, fiz umas adaptações, retirando a parte técnica da yoga, assim, você pode utilizar uma lei por dia da semana, repetindo até que se torne parte de você e o hábito se instale. Você vai notar mudanças na vida e até, atitudes involuntárias no seu comportamento – tudo para melhor, é claro – reações que farão você se gostar ainda mais. No mais, pratique e busque a meditação, respire conscientemente, preste atenção na sua respiração e colha os frutos.

Vamos às leis:
1- DOMINGO: Lei da Pura Potencialidade: Somos um campo de infinitas possibilidades, que é a essência de nosso verdadeiro ser. Ao entrarmos em contato com esse manancial ilimitado, podemos criar e realizar tudo que precisamos para nossa felicidade.
Para acessar sua verdadeira natureza, cultive momentos de silêncio e quietude. Faça meditação, comungue com a natureza e pratique o não-julgamento: aceite a si mesmo e os outros como são.

2- SEGUNDA-FEIRA: Lei do Dar e Receber: Estabelece que estamos em constante intercâmbio com o Universo. Dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia que trocamos com o mundo. O dinheiro que ganhamos, nossos relacionamentos, o que damos e recebemos das pessoas são exemplos práticos dessa lei.

Desenvolva um sentimento de gratidão pelos presentes que a vida lhe dá, pelo pôr-do-sol, pelos amigos, pelo que existe a sua volta. Proponha-se também a dar algo para as pessoas que encontrar: amor, um sorriso, uma palavra amável, um presente. Respire conscientemente. A inspiração e a expiração são exemplos concretos de que doamos e recebemos ininterruptamente.

3- TERÇA-FEIRA: Lei do Carma ou da Causa e Efeito: Ensina que devemos estar atentos às nossas escolhas porque nossas ações geram reações equivalentes. É a versão hindu do ditado popular: “cada um colhe o que planta”.
Preste atenção em suas escolhas. Ouça seu coração e verifique se elas causam conforto ou desconforto. Ao tomar decisões, pergunte-se: “Quais serão as consequências dessa escolha para mim? Como ela afetará os outros?”

4- QUARTA-FEIRA: Lei do Menor Esforço: Baseia-se no princípio da não-resistência. Revela que tudo na natureza flui naturalmente e sem esforço. É assim com o nascer do Sol e o desabrochar de uma flor.
Faça suas ações alcançarem o máximo benefício com o menor esforço. Aceite as coisas como são, em vez de impor sua maneira de resolvê-las. Não queira controlar as pessoas e os acontecimentos, não culpe a si mesmo ou os outros pelo que acontece com você. Todo problema é uma oportunidade única para transformar sua vida.

5- QUINTA-FEIRA: Lei da Intenção e do Desejo: Parte do pressuposto de que nossos desejos e intenções têm o poder de manifestar o que desejamos. Se quisermos que algo cresça e floresça, devemos colocar nele nossa atenção. Se não queremos que aconteça, devemos retirar dele nossa atenção.

Faça uma lista de seus principais desejos e reveja-a diariamente antes de dormir. Os entregue depois para o Universo – ele se encarregará de manifestá-los. Não deixe que dificuldades e obstáculos dissipem seus desejos. Assim, suas ações e desejos serão apoiados pela inteligência cósmica.

6- SEXTA-FEIRA: Lei do Desapego: Para obter algo na vida, é preciso se desapegar do resultado. Você mantém firmes a intenção e o desejo, mas deixa o resultado nas mãos do Universo. O apego gera ansiedade e é baseado no medo e na insegurança.

Suas ações tem que ser completamente livres e desapegadas de resultados. Não seja rígido. Acolha as incertezas. Lide com seus medos e inseguranças e cultive a confiança na vida. Inicie cada dia com o sentimento de que ele é um campo fértil para todas as possibilidades. Abra-se a elas.

7- SÁBADO: Lei do Dharma ou do Propósito na vida: Todas as pessoas têm um propósito na vida, talentos únicos e uma maneira própria de expressá-los.

Faça uma lista de suas habilidades e seus talentos. Isso o ajudará a enxergar melhor seu verdadeiro potencial. Observe as coisas que o deixam feliz e criam harmonia a sua volta. Elas são a expressão de seu dharma e dos seus talentos e isso tudo respeita a lei cósmica do universo. Use-os para servir aos outros. Pergunte-se: “Como posso ajudar as pessoas com quem entro em contato?”

Para mim foi muito bom e está sendo, creio que o aprendizado não acaba nunca. Um passo na direção de melhorar como ser humano é sempre válido. Desejo a você tudo de bom, perseverança e muito amor na sua vida. Você não esteve aqui por acaso, tenha certeza disso. Namastê!

Publicado 10 de março de 2009 por uiles em Uncategorized

Etiquetado com